Caderninho da Gabriela Pegurier

Beleza



BEIJO NA BOCA

Beijar ou não beijar?.. Eis a questão.

Essa boca não é para beijar. É só para se querer. O batom vermelho foi feito para nos aproximar de lábios alheios, sussurrar segredos ao pé do ouvido, fazer bico, beicinho, sorrir e seduzir.

Dramática como muitas mulhers são, a boca carmim pinta novamente como tendência absoluta no próximo inverno. Com um toque de gloss ou opaca, ela promete voltar para ficar.

Fetiche para muitos, essa boca nunca passa despercebida e sempre deixa rastros pelo caminho. Então, é só depois que cumpre o seu papel e se desnuda da fantasia, que ela pode enfim se entregar à vontade de beijar... Até perder o fôlego.



tocando no player, o melhor de todos os beijos..



Escrito por escrito por Gabriela Pegurier às 01h47
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




FAZENDO A CABEÇA


Se conselho fosse bom, era realmente vendido e não mais dado?

Dependendo do conselho, ele deve ser vendido sim... Palavra de ex-consultora. Mas, hoje o meu aqui será dado. Nunca, jamais ou em tempo algum – quando passando por uma crise qualquer – resolva fazer mudanças no seu visual. A probabilidade de algo dar errado é diretamente proporcional ao seu nível de confusão mental. Se for uma mulher a beira de um ataque de nervos, passe longe da cadeira do cabeleireiro! Não deixe que outra pessoa faça a sua cabeça.

Quem vos fala aqui é a voz da experiência. Alguém que acordou morena e foi dormir loira. A tarde era chuvosa e a loucura eminente, cenário perfeito para antecipar um desastre inevitável. Afinal, mexe-se em time que está perdendo, certo? Errado. Ingenuidade minha acreditar em alguém que me diz que um “ombré” nas madeixas tiraria o peso dos meus ombros. Tirou foi meu sono depois, isso sim!

Nada contra mudanças, mas as radicais podem ser irreversíveis. Ninguém nos conhece melhor do que nós mesmos, porém em momentos de vulnerabilidade todos estamos sujeitos a cair na lábia daqueles que acham que têm as soluções para nossas aflições, só porque convivem ocasionalmente com a gente. Por essa e por outras, cuide-se.

tocando no player..



Escrito por escrito por Gabriela Pegurier às 00h55
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CORPO MARCADO

 

 

Já se olhou de perto no espelho hoje?

 

Peguei-me olhando fixamente no espelho hoje de manhã.  Fiquei ali por um certo tempo. Nem sei dizer direito o quanto. Sem perceber, embarquei numa espécie de transe. Numa viagem que me fez abrir alguns compartimentos de minha memória que haviam sido esquecidos. Não por nada, mas senão pelos anos que se encarregaram naturalmente de armazenar as lembranças. Por mim.

 

A mente da gente pode até utilizar-se de recursos para organizar seus arquivos antigos no fundo de uma gaveta qualquer, mas o nosso corpo não. Ele tem uma memória impressionante. Implacável, eu diria. E foi justamente isso que me chamou a atenção logo cedo nessa segunda-feira. Percorri todas minhas cicatrizes, das mínimas às mais profundas, que são fruto de minha história. Tentei contar as inúmeras pintas que foram tatuando minha pele ao longo de minha vida. Frente ao espelho, alonguei meus músculos e testei a resistência de meus ossos na tentativa de resgatar meu passado.

 

Assim que me deparei com ele, foi como se nunca tivéssemos nos afastado um do outro. Nem só um minuto. Igual àquele amigo, que a gente fica anos sem ver nem falar, mas que no momento que o encontra depois de anos, retomam a última conversa como se ela houvesse sido interrompida. Há uma intimidade inabalável ali. E, foi vendo tudo isso refletido no espelho do meu quarto, que decidi tratar melhor dessa amizade. Entre mim e meu corpo.  Cuidando melhor dele, já que no futuro será o retrato fiel de minha existência. Certamente precisarei muito de sua memória quando a minha me faltar. Um dia.



Escrito por Gabriela Pegurier Design.blog às 17h51
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




RAPUNZEL

                            

Tudo acaba bem quando termina bem?

Há meses eu vinha remoendo uma dúvida cruel...Cortava ou não cortava minhas madeixas de Rapunzel? Desde que me conheço por gente sempre tive cabelo comprido. Quer dizer, compridíssimo. Já estava mais do que na hora de mudar aquela cara que me acompanhava desde dos tempos da minha primeira comunhão, mas como eu não me decidia...Decidiram por mim. Mais precisamente a Carolina, minha amigona do peito.

 

Num rompante semana passada, lá foi ela marcar um horário para nós duas no Studio W. Diga-se de passagem, uma atitude típica dessa escorpiana incrível que cuida de mim e de nossa amizade muito melhor do que eu. Ela programou tudo do almoço ás comprinhas antes, até segurar minha mão durante a poda. Teria sido uma tarde perfeita não fosse eu, na pior versão de mim mesma, ter esquecido do combinado. Inconscientemente ou não, a paúra falou mais alto e eu acabei deletando o programa por completo. De repente ontem, toca meu celular no meio da tarde e era ela me ligando já deitada no lavatório do salão. Com toda razão, de tão passada que estava comigo, ela mal me disse até logo e desligou o telefone.

 

No susto, corri ao seu encontro. Chegando lá, tudo aconteceu tão rápido que quando vi, lá se tinham ido 20 anos da minha história junto com 20 centímetros de cabelo. De uma vez só...Para o chão. Sorte que entreguei minha cabeça de bandeja ao Wanderley, craque absoluto das tesouras, e deu tudo certo no final. Mais sorte ainda, foi a Carolina me perdoar com aquele sorriso querido de sempre e eu aprender que é preferível esquecer a vaidade...A perder uma amizade.



Escrito por Gabriela Pegurier Design.blog às 07h44
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




PIT-STOP

               

 

Está precisando de uma oficina?

 

Nada como uma segunda-feira cheia de compromissos para fazer a gente pisar no breque. Rápido. Cheia de pressa, fui manobrar o carro na garagem agora cedo e bati de frente...Com a dura realidade de que está na hora de encarar uma revisão geral. Eu engatei a ré, olhei no espelho retrovisor para ver se não vinha ninguém por trás e qual não foi o meu susto quando de repente não reconheci quem estava dirigindo! Era eu mesma...Porém, numa versão meio avariada para o meu gosto.

 

Essa vida corrida, sem direito a muitos pit-stops, vai desgastando qualquer um que tenha alguns anos de estrada. São arranhões aqui, mossas ali e problemas de suspensão acolá...Que a gente vai ignorando, por descuido. Puro. Eles vão se acumulando, acumulando...Até o dia que saltam aos olhos. Num piscar, você os enxerga de todos ângulos. Depara-se com aquele momento da verdade onde você tem que tomar uma decisão. Ou larga a mão do volante de vez, ou toma controle da situação. Pra valer.

 

Portanto, vou arrumar um tempo para balancear, regular e calibrar o que estiver precisando de um ajuste. Fino. Quero colocar tudo nos eixos. Ficar nos trinques.  Afinal, adoro o meu ano e modelo...Tem muito gás ainda para rodar por aí. Nada de tentar ficar com cara de Okm, porque nesses casos o máximo que se consegue é virar semi-novo. Muito mais charmoso é ser vintage, todo original de fábrica. Superbem conservado.



Escrito por Gabriela Pegurier Design.blog às 12h05
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




RINDO À TOA

Beleza não põe mesa?

 

Até onde sei, ser bela nunca prejudicou mulher nenhuma nessa vida. Exceto no caso de algumas loiras. As bonitas penam um pouco com uma certa má fama que as persegue vez por outra...Vide esse comercial da Mercedes-Benz.

 

                    

 

[desligue música do blog no HI-FI antes de play> video]

 

Incrível como uma marca, nascida num dos países maiores provedores de loiras no mundo, topa brincar com esse mito. Vamos combinar que o conceito é engraçadíssimo, mas politicamente incorretérrimo e um tanto quanto indelicado. Faltou dizer no slogan que “beleza não é nada sem cérebro... E sensibilidade”. Certamente por conta dessa piada, a empresa perdeu a venda para muitas marilyns, mas em compensação deve ter muito marmanjo cheio da grana por aí, rindo à toa, a caminho da concessionária. A ironia é que provavelmente ele vai comprar o carro novo para impressionar alguma gata loira na qual está de olho.

 

Pois é minha gente, esse blog que vos fala não vive só de conteúdo...Oras, tem que ter graça também! Porém, que fique registrado aqui: acredito piamente na capacidade intelectual das loiras, tanto que daqui a duas encarnações eu quero voltar platinum blonde!  Isso porque na próxima - já está acertado e lavrado em ata - volto ruiva.



Escrito por Gabriela Pegurier Design.blog às 12h36
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




    KILLER LOOK

Então fica combinado assim...Na próxima encarnação eu quero voltar com esse colorido matador, ok? 

E, já que é para sonhar mesmo, de quebra que seja vestida com esse modelito preto incrível que a UMA acaba de desfilar na 22a. edição do São Paulo Fashion Week. Tamanho M, por favor...



Escrito por Gabriela Pegurier Design.blog às 20h13
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




        SEREIA

Quem tem gene bom, tem tudo?

O retrato da beleza moderna...e da nova cara da Lancôme. Elettra Rossellini Wiedemann dispensa apresentações, seu sobrenome já diz tudo. E sua atitude também. É inteligente, elegante, antenada, meiga e linda. A moça chegou com tudo para ocupar o seu próprio espaço como a nova imagem da renomada multinacional de comésticos. Uma cadeira antes ocupada durante 14 anos por sua mãe, a bela e talentosa atriz Isabella Rossellini.

Difícil? Nem tanto, segundo o Minimais:"Filha de peixe, peixão é". Ou melhor...Sereia.



Escrito por Gabriela Pegurier Design.blog às 16h28
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




                      MIRACLE IN A BOTTLE          

Mais do que a promessa desse produto, o que me chamou atenção foi o seu frasco. Uma graça! Mas, é bem verdade que muita gente vai se animar um bocado quando souber para que serve o Synergy.

 

A poção dentro dessa garrafinha promete ser o primeiro aromático a conter uma combinação química inodoro ao nariz humano que potencializa mudanças positivas no comportamento entre pessoas. Supostamente algumas gotinhas são capazes de aumentar o bem-estar, melhorar o humor, estimular a autoconfiança, ajudam a relaxar e aumentar a atração pelo sexo oposto.

 

Lendo assim, os benefícios do elixir revigorante em questão até soam um pouco como os proporcionados por antigas simpatias populares, mas a princípio foi clinicamente testado e os resultados procedem. Na dúvida, por que não testar ?...No mínimo vale pelo vidrinho.



Escrito por Gabriela Pegurier Design.blog às 00h28
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CONTAGEM REGRESSIVA

                  

 

Será que ainda dá tempo de pegar uma cor?

 

Agora é oficial...Faltam exatos 35 dias para o início do verão. E depois de uma longa hibernação, já estava mais do que na hora de pegar um bronze. Sim, isso mesmo! Que minha dermatologista não me ouça, mas eu acredito totalmente no poder de cura do astro rei. Tomar sol, do pescoço para baixo, exerce verdadeiros milagres numa mulher. Ver-se no espelho com aquela pele dourada faz qualquer tristeza sua passar. A auto-estima e o humor melhoram no ato.

 

Vou seguir os conselhos de uma amiga minha - psicóloga baiana - que saca tudo dessa e de outras terapias. Ela me sugeriu que fizesse um 15/15 básico, daqui até o verão. Não tem erro. Quinze minutos de frente e outros quinze de costas. Dispensa qualquer truque pré-histórico tipo dobradinha de Rayito de Sol e óleo Johnson's. Mas eu, por precaução - mesmo não combinando nada nada com o meu DNA carioca - vou de filtro Helioblock 20. Branquinha, quase transparente do jeito que me encontro no momento, dois minutos debaixo do sol quente são o suficiente para causar um certo estrago. Creia.

 

Então as areias do Rio me aguardem, porque mês que vem serei uma nova mulher. Olhe, só de pensar já me animei. Incrível como funciona esse tratamento – mesmo antes de começar, já surtiu efeito. Que venha o verão 2007!...Pode vir que eu estou chegando. Junto.



Escrito por Gabriela Pegurier Design.blog às 23h22
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




METAMOFOSE

                               

 [desligue a música do blog no HI-FI antes de play> video]  

Está tudo explicado agora. Então para quem ainda tinha alguma dúvida quanto ao grau de produção que envolve uma foto publicitária, basta assisitir com os próprios olhos...É ver pra crer.

Na tentativa de conscientizar a nova geração sobre os artifícios tecnológicos usados indiscriminadamente em prol da construção inapropriada de uma imagem feminina pseudo-perfeita...A Dove continua sua saga. 

Louvável, sem dúvida. Efetiva? Isso só o tempo vai dizer.



Escrito por Gabriela Pegurier Design.blog às 23h18
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




QUESTÃO DE PELE

O melhor perfume ainda vem no menor frasco?    

 

O perfumista vietnamita, Loc Dong, não respondeu essa pergunta na entrevista que deu para o site da Erika Palomino. Também não sei se alguém lhe perguntou isso...Eu teria perguntado. Adoraria saber, porque já perdi a conta de quantas vezes já ouvi essa metáfora e não tenho a menor idéia se ela procede ou não.

 

Grande ou pequeno, só sei que não vivo sem perfume. E gosto de sentir nos outros também. Porque cheiro é a marca registrada da pessoa. Sou capaz de esquecer o nome de alguém, mas o seu perfume nunca. Mesmo que seja uma lavanda comum que se compra em supermercado - só ela vai cheirar daquele jeito. É questão de pele. E pele é tudo! Por isso, não entendo gente – principalmente mulher - que não diz o perfume que usa temendo que alguém roube o seu encanto.  Não se preocupe, não dá para roubar! No máximo irá pegar emprestado, só um pouquinho. Quando me perguntam, digo. No entanto, como é meio incomum - quando conto - as pessoas tem medo de experimentar. Ou pelo menos dizem que tem.

 

Uso sempre dois. Ao mesmo tempo. Não misturados. Um pouco de um em certas partes do corpo e um pouquinho do outro em outras. Sempre complementares e sazonais. Por exemplo, em dias quentes uso um cítrico e um floral. Em dias frios, uso um de ervas aromáticas e umas gotinhas de baunilha. Para mim funciona. Ninguém nunca reclamou – muito pelo contrário. Retorno garantido. Experimente!



Escrito por Gabriela Pegurier Design.blog às 01h39
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




EFEITO CINDERELA

 

Quem é que precisa de botox quando se tem uma coroa?

 

Ontem eu tive um dia de princesa. Quer dizer, eu não, elas. Na verdade, servi de mera espectadora para as estórias de duas moças lindas e os seus reinos. Cada uma com sua estética peculiar, uma fictícia e outra real que não acrescentaram absolutamente nada a minha cabeça, mas que fizeram verdadeiras maravilhas pela minha cútis.

 

Tudo começou pela manhã, quando eu abri o jornal e dei de cara com a notícia sobre o desmaio da coitada da Miss Universo logo após ter sido eleita, pensei: “Putz, perdi o concurso...” Eu sei que é cafonérrimo, mas faz parte do meu calendário anual de eventos clássicos televisivos e me remete a época que ainda vivia com os meus pais. Claro que diante disso, uma fagulha do passado ascendeu em minha lembrança e imediatamente lágrimas começaram a rolar. Muito bem-vindas, diga-se de passagem, já que nesses tempos de veranico qualquer forma de hidratação facial é válida.

 

Daí mais à noite, fui dar aquela sapeada básica na tv e pan! Sincronismo à parte, eu dei de frente com outra Cinderela na tela...Katie Holmes, pós-Dawson’s Creek e pré-Tom Cruise. Fazia tempo que não assistia a um filme tão meloso como a “Filha do Presidente”, mas um pouquinho d’água com açúcar não faz mal a ninguém. Neste caso nem foi tão pouco assim, pois diabético nenhum resistiria a ele sem ter que medir sua taxa de glicose ao final da sessão. Mais “hollywoodiano” impossível! O conteúdo cinematográfico era duvidoso, mas nem liguei.

 

O que contava era acreditar no conto. Nem que fosse, somente por 90 minutos de estória sem intervalos comerciais. Faz bem de vez em quando. Bem para a pele. É tipo um botox instantâneo, um tratamento de beleza bem mais natural do que aqueles que vêm dentro de caixinhas. A gente esquece da vida, fica linda e feliz, com carinha de miss. Sem piripaque no final, só The End.



Escrito por Gabriela Pegurier Design.blog às 21h14
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




BOCA LOUCA

Quem tem boca chega em Roma mesmo?   

Chega em Roma, em São Paulo, e até no Timbuktu!...Chega onde quiser! Pelo menos é isso que a Neon confirmou em seu desfile de verão 2007 no SPFW. Em qualquer estação, o batom tem que ser vermelhão! No estalar de um beijo carmim, eu fui catapultada "back to the future" direto para algum lugar entre os anos 70 e 80!...Super sexy chic! A marca provou que é boa de boca e bacana de roupa!

Porém, três cuidados são necessários para não borrar o look: 1. evite carregar no make dos olhos, 2. o cabelo e a roupa têm que estar impecáveis e 3. o batom deve ser de boa qualidade e de preferência opaco.

** Bom demais

Lancôme [shade: Baiser Grenade]

M.A.C. [shade: Russian red]

Clinique [shade: Red Hot]

 

 

**dicas do DESIGN.BLOG garimpadas por mim especialmente para você.



Escrito por Gabriela Pegurier Design.blog às 22h17
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




PERNAS PRA QUE TE QUERO

                               

                   Até que ponto a mulher é capaz de chegar para estar na moda?

                             

Nada de skinny jeans, nem de homens, agora elas querem porque querem, levar a vida de shorts! Victoria Beckham e Kate Moss não tem o menor medo de por seus gambitinhos de fora. Muito pelo contrário.  Fazem qualquer coisa para poder. Mas não se iluda, porque a única forma de adquirir este look é passando fome, encarando uma anorexia básica, lipo geral ou outros métodos um tanto ilegais...Tudo bem que mulher a-m-a magreza, mas é de conhecimento público que a ala masculina em geral não aprecia esse gênero "palitinho seco". Não sou especialista no assunto, mas que eu saiba homem gosta mesmo é de carne! As brasileiras que se mirarem nessas duas beldades européias travarão uma luta em vão. Nem chupando gelo e comendo só rúcula durante um mês inteiro, fará com que a maioria das brasileiras deixem de ter perna grossa.

Além do mais, este visual pode ser tudo, menos elegante! Acho que shortinho funciona super bem na praia. Na cidade, só de dia e para meninas menores de 18 anos. Passou disso, já começa a ficar vulgar.  Não é uma questão moral, é meramente estética. But then again, that's just me, and I might be wrong...Então, o jeito é esperar até que esta tendência passe ou não. Se for o seu caso, aproveite já que ela despontou no verão passado e parece que continuará firme em 2007!  



Escrito por Gabriela Pegurier Design.blog às 18h13
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]



 

Gabriela Pegurier, pessoal e intransferível. Estou aqui frente, verso e entrelinhas.

Como o design, a estética e a culinária sempre fizeram parte importante do meu universo, é através deles que me expresso. Meu olhar, meu afeto, minha vida.

Meus relatos aqui são apenas elucubrações sem compromisso sobre o cotidiano e, minhas dicas são o prazer que tenho em compartilhar conhecimento. Coisas que de alguma maneira foram catalizadas em minha mente por algo que vi, vivi ou provei.

Tomara que goste daqui e volte outras vezes para saborear isso comigo. Assim posso lhe contar mais um pouco, sempre!


JUST DANCE

Of Monsters and Men
BELEZA PURA
entre
NO ESCURINHO
CHEF
LINHA DO TEMPO
INTERESSES
  Todas as Categorias
  Link
  Evento
  Citação
  Avaliação
  Objeto de Desejo
  Moda
  Casa
  Beleza
  Lifestyle
  Sabor
BOM DEMAIS
  CHIC Gloria Kalil
  CINEMA EM CENA
  DESIGN SPONGE
  FACE HUNTER
  GLAMURAMA J. Pascowitch
  JAMIE OLIVER Cooking
  MARTHA STEWART Living
  MIXIRICA
  MUKIFUCHIC Design blog
  MUSICOVERY
  MY PREVIEW Fashion blog
  OFICINA DE ESTILO
  REVERBCITY Rock T-shirts
  SANTA MISTURA
  STYLE.COM Online Vogue & W
  TASTE Lifestyle tips
  TIME OUT Online
  THE SARTORIALIST
CURRENT MOON
QUALQUER NOTA
  Avalie aqui o Design.blog



O que é isto?